Nome da Libertadores, Sheik desfalca Timão em 42% dos jogos de 2012

Nome da Libertadores, Sheik desfalca Timão em 42% dos jogos de 2012


Diante do Vasco, o atacante Emerson será baixa pela segunda rodada seguida no Campeonato Brasileiro. Ou pela 20ª vez ao todo neste ano. Dos 48 jogos do Corinthians na temporada, incluindo o de domingo, o camisa 11 se ausentou em 20 (ou quase 42%) deles.

O motivo de não participar do duelo em São Januário, de acordo com a comissão técnica e o departamento médico do clube, são as dores no tornozelo esquerdo, o mesmo por não ter ido a campo em algumas rodadas do Paulista – ficou fora de dez compromissos na competição.

Neste domingo, ele ficará fora da nona partida no Brasileiro. Antes dos problemas físicos, Emerson não foi utilizado no início do campeonato por decisão do técnico Tite, que priorizava a disputa da Copa Libertadores, torneio no qual o atacante foi, talvez, o grande nome da equipe.

O atacante só não participou de um jogo da competição continental: foi baixa na partida de volta da semifinal, contra o Santos, por ter sido expulso no primeiro enfrentamento, dia em que também marcou o único gol da vitória, na Vila Belmiro. Na decisão, balançou a rede do Boca Juniors duas vezes e garantiu a conquista.

“O Sheik conhece o corpo dele melhor do que ninguém, sabe do que precisa para estar bem nos jogos. Com certeza, ele não vai treinar como Ralf, Paulinho, esses caras. Mas vai estar 100% nos momentos mais decisivos. A gente conta com ele porque é um jogador que faz muita falta”, diz o zagueiro Paulo André.

Na mesma noite em que o Corinthians conquistou a Libertadores, exatamente um mês atrás, Tite brincou sobre a importância de Emerson para o time alvinegro. O treinador reconheceu a importância do jogador para o elenco, mas lembrou que ele precisava ser um pouco mais dedicado ao trabalho, principalmente por geralmente chegar atrasado aos treinamentos no CT Joaquim Grava.

Reportagem: Gazeta Esportiva


Falando sobre:
emerson