Com 22 nomes certos, Timão tem só uma vaga para o Mundial de Clubes

Com 22 nomes certos, Timão tem só uma vaga para o Mundial de Clubes


Tite quer atingir 45 pontos no Campeonato Brasileiro para passar a pensar no Mundial de Clubes, marcado para dezembro, no Japão. Mas o treinador não terá muita dificuldade para decidir quem serão os 23 jogadores que tentarão dar ao Timão o bicampeonato do torneio. Sem um elenco inchado, o clube tem a lista de inscritos praticamente pronta para entregar à Fifa em novembro.

Mesmo sem falar publicamente no assunto, Tite conta 22 vagas preenchidas, sem levar em conta possíveis lesões que possam ocorrer nos próximos meses. Resta, assim, apenas um lugar no voo que deixará a cidade de São Paulo no dia 4 de dezembro com destino ao Oriente.

A decisão será em cima das necessidades do treinador. Brigam diretamente pela vaga o lateral-direito Weldinho, o volante Willian Arão e o meia Giovanni. O último, aliás, é quem vem mais se destacando recentemente, tendo marcado um dos gols da vitória por 3 a 1 sobre o Grêmio, o primeiro dele desde que foi promovido das categorias de base.

Armador no time que venceu a última Copa São Paulo de Juniores em janeiro, Giovanni tem entrado na equipe atuando pelo lado direito da “linha de três” do meio de campo. Pesa contra ele a enorme concorrência. Danilo, Emerson, Romarinho, Martinez e Jorge Henrique também podem fazer a função.

Já Weldinho perdeu espaço e, do trio, é quem tem menos chances. Depois de bons jogos em 2011, o jogador caiu de rendimento na atual temporada e sofreu com problemas físicos. De quebra, despencou para a terceira opção da lateral direita com a contratação de Guilherme Andrade. O concorrente atua também na esquerda, o que dificultaria ainda mais a ida dele.

Willian Arão também vem jogando pouco nas últimas partidas, sobretudo depois que o Timão tirou Guilherme da Portuguesa. A chegada de mais um volante o colocou como o terceiro reserva. No entanto, a chance de ir ao Mundial está em Tite optar por utilizar Edenílson mais avançado, também aberto pelo lado direito da linha de três. Com isso, abriria uma vaga na marcação.

Outros jogadores pouco aproveitados estão descartados. São os casos dos zagueiros Antônio Carlos e Felipe, do meia Chiquinho e dos atacantes Adilson e Zizao. O chinês poderá até integrar a delegação como uma estratégia de marketing para promover o clube no Oriente, mas não será inscrito.

O restante do elenco está praticamente fechado. Só graves lesões acarretarão em mudanças. Os goleiros são Cássio, Julio Cesar e Danilo Fernandes. Nas laterais, Alessandro, Fábio Santos e Guilherme Andrade estão garantidos. O mesmo acontece com os zagueiros Chicão, Paulo André e Wallace. Anderson Polga, contratado há duas semanas, ainda sequer estreou, mas era a peça que o treinador queria para reforçar o setor com experiência internacional.

Na marcação, Ralf, Paulinho, Guilherme e Edenílson são absolutos. Os meias Danilo e Douglas também. Ramírez, que vem sofrendo com lesões e atuações discretas, será levado por ser a única opção com características semelhantes às dos titulares.

Já no ataque, Tite não vai economizar. Titulares no título da Libertadores, Emerson e Jorge Henrique ganharão a companhia de outros dois jogadores que atuam pelos lados: Romarinho e Martinez. A vaga de “camisa 9” será ocupada por Paolo Guerrero, reforço mais caro desde a conquista do torneio sul-americano.

Antes da divulgação da lista oficial, o Corinthians será obrigado a enviar à Fifa no fim de outubro uma relação com 30 nomes. O grupo definitivo tem de ser oficializado em novembro.

Confira os 22 que estão com um pé no Japão:

Goleiros: Cássio, Julio Cesar e Danilo Fernandes
Laterais: Alessandro, Fábio Santos e Guilherme Andrade
Zagueiros: Chicão, Paulo André, Wallace e Anderson Polga
Volantes: Ralf, Paulinho, Guilherme e Edenílson
Meias: Douglas, Danilo e Ramírez
Atacantes: Emerson, Jorge Henrique, Romarinho, Martinez e Guerrero

Reportagem: Globo Esporte


Falando sobre:
mundial